Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 28 de abril de 2012

Você não é sua pele.


Eu me pergunto o por quê do amor nunca chegar até mim. Todas as coisas seguem um ritmo só, e parece que sempre vai ser assim. Pessoas procuram seus grandes amores, escolhendo a dedo. Maldito padrão criado para me deixar distante ainda do que eu nunca tive. Eles não querem saber como foi sua vida, como você lutou pra estar aonde está, quantas cicatrizes e quantas lágrimas você já teve que enfrentar. Eles não querem ver o seu rosto deformado de sabedoria. Eles simplesmente não enxergam o anjo que está vivendo no dentro do seu coração. Existe algo invisível que te impede de ter oportunidade. Você sabe, que você é bom demais pros outros, e isso particularmente é sua maior força e sua maior fraqueza. Ás vezes não entendo. Me pergunto "mas que porra eu estou fazendo aqui? nesse mundo que vive intensamente do outro lado da janela, enquanto eu apenas observo sozinho a vida lá fora." Eu queria também poder entorpecer meu coração de sentimentos, respirar com um motivo a mais por respirar. Depois de 20 anos, estou aqui escrevendo essas tão sofridas palavras, para que algum dia alguém possa, talvez, ler. Eu descobri que tenho medo de dar carinho para as pessoas. Sempre penso que posso estar sendo um incomodo pra elas. que ao dar um abraço apertado, elas não querem dar o mesmo a mim. Se você pudesse ver o que eu vejo, se surpreenderia também. Eu não quero ser julgado por minha suposta beleza ou feiura. Quero dar olhos aos que não me enxergam. Mostrar que nem todas as pessoas estão do mesmo lado da corrente. Eu não sou minha pele.





® Saulo Ribeiro